terça-feira, 26 de outubro de 2010

a amizade entre homem e mulheres é perfeitamente possível

Deixem-me só refazer aquela frase de um post aqui há tempos em que dizia que “é impossível a amizade entre um homem e uma mulher”. Essa frase só me trouxe problemas que, estupidamente, não antevi. Primeiro, acabou completamente com as hipóteses de conhecer leitoras giras deste blog, o motivo prático nº1 da sua existência. Risca.
Mas mesmo raparigas que já me conheciam e que sabem da existência do blog e o lêem, chegam a ameaçar-me de me espetar um estalo se eu tentar alguma coisa, isto, em qualquer ocasião, como a propósito de uma coisa básica como um café na fnac do colombo. Aliás, na própria Fnac há uma rapariga da caixa que lê este blog e topou que eu era o Tolan por causa dos livros que estava a comprar e quando lhe ia a passar o cartão multibanco avisou-me “se estiver a ser muito difícil pode mudar para a caixa do lado”.
Há semanas recebi um sms a dizer “não sou tua amiga? Sou o quê? Passa bem”. A minha cabeleireira deixou de me falar enquanto me corta o cabelo, ela que falava tão bem sobre os concertos do U2 e dos Pearl Jam, dando-me vislumbres literários preciosos sobre o modo de vida suburbano. Apanhei uma taxista que passou o tempo todo a não me dar conversa. No banco da frente, ao lado, tinha o “For Whom The Bell Tolls”.
Quando me sento no metro ao lado de uma rapariga dessas de escritório e que está a ler Pedro Mexia e lhe pergunto se conhece a literatura russa do sec. XIX e volto a repetir depois dela tirar os phones do ipod dos ouvidos, responde-me invariavelmente: “Tolan? Lamento, sou comprometida e gosto de The National” e voltam a colocar os fones de onde se ouve um "...half away in our fake empire...".

No escritório, espalhou-se o boato que eu sou o autor do Tolan e quando me sento para uma reunião, abre-se uma clareira à minha volta, sentam-se todas do lado oposto da mesa. Eu bem digo "mas eu sou só vosso colega bolas" mas elas nem respondem, fica um ambiente tenso durante o resto da reunião.

Depois, os gajos com namoradas já não querem combinar jantares em casa deles comigo porque dizem “então a minha Patrícia é o quê? Se não é amiga, é o quê? Desculpa lá, vamos à bola no Sábado mas cá a casa não vens”.

Queria alterar aquela frase. Em vez “é impossível a amizade entre um homem e uma mulher” passa para “é perfeitamente possível e muito desejável a amizade entre um homem e uma mulher, compinchas a valer”.
Pronto.

Agora tenho de trabalhar na minha definição de "amiga". Fiz alguma pesquisa. Aqui, o Hugh Grant a conviver com amigas do peito :) É bonito a amizade.

11 comentários:

Luna disse...

Já eu, só vou tomar café contigo se me prometeres que te atiras a mim pelo menos uma vez. Podemos ser amigos depois de eu dizer que não. Uma questão de equilíbrio de egos.

Tolan disse...

yeah right... já não caio nessa do "faz-te lá a mim só para eu dizer que não", o truque #54 ;) essa e a do "não quero ter uma relação séria" :))

Camille La Fille disse...

http://img7.imageshack.us/img7/8854/frases35.png

Como se fosse eu a dizê-lo. E, no entanto, que eu tenha reparado, ainda não em cresceu numa pila entre as pernas (salvo seja).

Leitora gira deste blog disse...

E eu que queria uma relação séria...

Cuca disse...

Tolan, o cinismo só fica bem nos homens depois dos quarenta!!

Tolan disse...

Pois é cuca. E imagina aos 16... Uma vez, a jogar snooker no pacard de torres vedras enquanto decorriam as aulas e um amigo (e adversário) a meio de uma jogada decisiva virou-se para mim e disse "foda-se pareces um velho a falar". Isto porque eu estava com um monólogo bastante exaustivo sobre uma paixão platónica por uma miúda da escola e de como essa paixão se tinha baseado numa ficção que eu construíra e que talvez essa ficção fosse mais interessante que a própria miúda e que o melhor era mesmo admitir a minha timidez e não lhe fazer a espera na paragem do autocarro como tinha previsto para esse mesmo dia. Este meu amigo não tem Facebook sequer, mais de 15 anos depois, é desse tipo. O gajo jogava hoquei na física. Porreiro e bom jogador, dava luta.

Sissi disse...

Pergunta: então e homens e mulheres não podem ser amigos E ter sexo um com o outro? Isso é que era bonito. Eu cá estou compradora. Tolan, queres ser meu amigo?

Tolan disse...

Quero Sissi, obrigado.

Cuca disse...

Tolan, devias ter ido esperar a miúda à paragem do autocarro. O amor platónico é sempre uma boa plataforma para o início de uma desinteressada amizade entre sexos opostos. Isso, e a fealdade.:)

mitwist disse...

ah, olha eu ali! tal e qual...incrível.

aliás, estamos lá todas.




a cabeleireira, fã de u2.

Marisol disse...

eu acredito na frase à qual chamaste de estúpida. isto tem sempre duas vertentes, umas que começam e outras que acabam no amor. pelo menos eu, nunca quis conhecer um rapaz bonito e interessante para ser ''amiga'' dele. Pode ser que, sejamos realmente amigos e não venha a dar em nada. Provavelmente penso assim pela minha idade, aos 15 anos queremo-nos todos devorar uns aos outros... mas para a próxima sabes que, não se pode dizer estas coisas aqui, estas mulheres modernas são muito feministas. com certeza alguma aqui até estava interessada em ti, mas depois, por causa dessa boca e com a carrada de orgulho que carrega, ficou danada.