quarta-feira, 28 de novembro de 2012

incompreendidos

Agora ando de bicicleta outra vez, dia sim, dia não. Subo Lisboa toda e quando chego a casa estou todo transpirado, ontem até estava ensopado de chuva e gelado. Sinto-me como se fosse um lenhador a regressar à cabana depois de um dia à mercê dos elementos. A Plaft tem dificuldades em ver isso dessa forma. O que ela vê é uma pessoa a encher o hall de pegadas de botinhas, com uma bicicleta desdobrável com sacola acoplada, vestido com um blusão fluorescente, luvinhas à michael jackson e um capacete de ciclista com uma luz estroboscópica a piscar e a precisar de um banho antes de vir para a mesa. Fiquem agora com esta música muito bonita que me faz pensar em sexo e em como as mulheres gostam de ser tratadas como objectos na cama e não só. Palmadas nesse rabo é pouco para ti, Plaft, é pouco.

16 comentários:

POC disse...

Julgo que te posso baptizar de "Ciclista das Palmadas".

Ex-Vincent Poursan disse...

Pronto, está visto… o mundo amaricou!!!

Um gajo que veste “um blusão fluorescente”, calça “botinhas”, usa” luvinhas à michael jackson”, “um capacete de ciclista com uma luz – vá lá que não é uma luzinha - estroboscópica a piscar” e ouve “música muito bonita que me faz pensar em sexo”… sente-se um lenhador???!!!

Fodaçe… isto está do pior!!!
No meu tempo, gajo que era gajo vestia samarra, calçava botifarras, cagava nas luvas e no capacete pra andar de pasteleira, não precisava de música pra ter vontade de foder e nem sabia o que era um lenhador.
Entrava em casa. Enlameava o soalho todo. Ia à cozinha aviar um bagaço. E se a mulher estava a lavar a louça com o rabo arrebitado… arrefinfava-lhe uma à canzana de pé e tudo. Sentava-se e pedia o jantar… e depressa que a foda abriu-me o apetite!!!

Bom… mas concordo que a música dá tusa!!!
Esta cena da cultura, civilização ou o caralho, apanila qualquer um… depois é o que se sabe, as gajas até já votam e tudo. Não tarda nada estamos a lavar a louça.
Fodaçe… tempos de merda estes!!!

Maria D Roque disse...

A música é gira... também foi palmada ? É que essa das palmadas na menina, não entendi... assim não levas a camisola amarela, mauzão...

Tolan disse...

a música a partir dos 3:26 põe a minha luz estroboscópica a piscar muito.

Tolan disse...

E tens razão Poursan, o nosso tempo coloca grande pressão sobre nós, homens. No outro dia vi um outdoor com um anúncio a um creme hidratante para pele de homem -_-

Ex-V.P. disse...

ora vês???!!!

é como eu te digo, isto de ser homem já era.
ainda acabamos com a humilhação de ter direito a licença de paternidade... e até a não conseguir aquele lugar por causa da paridade.
está bonito isto está... até na cama já querem ficar por cima!!!

fodaçe... que saudade que eu tenho do tempo dos dinossauros... aquilo é que eram tempos... se bem que elas cheiravam um bocado mal... tinham bigode... mamas descaídas aos 18...olha, pensando bem... que se foda!!!

tata disse...

O que te valeu foi aquele comentário muito macho de palmadas na plaft... credo que visão sinistra essa do tolan o ciclista.

Isa disse...

Botinhas, botinhas, botinhas!

Maria D Roque disse...

A vontade de pedalar(de botinhas!!) é influência do Premium Rush ??

Tolan disse...

o que é o premium rush? :|

Izzy disse...

"Ensopado de chuva e gelado"

visualizo Tolan com 6 ou 7 cones de corneto espetados na cabeca com gelado a escorrer-lhe pela cara abaixo... Chuvas de gelado sao fodidas para quem calca botinhas.

Izzy disse...

O premium rush eh um filme muito aconselhavel a quem anda de bicicleta, ... ou nao.

Maria D Roque disse...

É mais um filme...este é sobre um tipo que é estafeta, ou ciclo- estafeta... Dá para ver á noite quando se chega do trabalho e está tudo a dormir, não se tem sono e nos 500 canais de TV não passa porra nenhuma de jeito... Mal por mal....

Tolan disse...

:))

Pedro M. Fonseca disse...

A cena do dia sim, dia não, é que é muito amaricado. E pensei que o tolan se mantivesse quente com um whisky e não com botinhas.

Tolan disse...

Agora o nexus hub da minha birdy está a ter um banho lubrificante. Deixem-na descansar.