sexta-feira, 22 de julho de 2011

é sempre assim

Lembram-se da gata preta por quem me apaixonei e que me deu o grande desgosto? Fiz agora um resumo dramático dessa história de amor trágica, para vosso entretenimento.

11 comentários:

Chata disse...

Assim que comecei a ouvir a Celine, não aguentei e mijei-me a rir... Aventuro-me a dizer que foste trocado. O cão cutxi cutxi agradece.

RBM disse...

Desculpa, o gatarrão ruivo é muito mais giro do que tu. Esperavas o quê, caridade?

Tolan disse...

vocês são todas iguais. vou abrir um blogue de futebol. E sem fotos de jogadores que se tivesse, vocês faziam like às pernas depiladas do CR7 :(

Chata disse...

Ca nojo. Don't like!!

Anónimo disse...

Oh, Tolan :'( estava a torcer por ti quando abriste a latinha de friskies, mas, sabes, as diferenças eram mais que muitas. Era um amor condenado à partida e os ruivos são aquela base. Há mais gatas no mar (?)

ardinario disse...

Muito muito bom! Fartei-me de chorar.

Anónimo disse...

E ela era uma espertalhona! A comida de marca branca "não obrigada", mas uma latinha de friskies já cai muito melhor no bucho.
Não te preocupes Tolan, ela era uma oportunista.

Ana M. disse...

:))))))) Muito Bom Tolan! Mas permita-me discordar... diria que houve ali momentos em que ela claramente lhe transmite amor. But in a Kitty way.

Lady oh my Dog! disse...

<3 lindo!!

anouc disse...

Tao triste... só faltou o Jack e a Rose.

:'(

Cat disse...

Gajas...