sexta-feira, 20 de maio de 2011

e 'é assim', não dizia?

Graças ao Homem Que Sabia Demasiado, para além de sabermos que a Leni Riefenstahl diz 'bom' e 'basicamente' no início de respostas e que considera a fotografia uma arte 'extremamente gratificante',  também tivemos um vislumbre sobre as suas opiniões políticas até hoje envolvidas em mistério. Achei particularmente interessante que os anos de Hitler na Alemanha sejam por ela caracterizados como 'loucos e frenéticos'. Não sei se era bem os adjectivos que eu ou o Homem que Sabia Demasiado utilizaríamos, mas a Leni (Lenita para os amigos) sabe o que diz porque viveu aquilo de perto.

5 comentários:

Ega disse...

Que idiotice pegada.

Anónimo disse...

liga a porcaria do corrector ortográfico (corretor com o novo acordo...). tivemos sem acento :P

sem-se-ver disse...

largue lá o homem... também não gosto dessa rubrica dele, mas acho que lhe fica mal, tolan, vir fazer posts só para o gozar. parece daquelas meninas da troupe dos blogs cor-de-rosa que não têm mais na cabeça do que essa guerrilhazinhas. e você tem.

:)

Tolan disse...

oh, mas eu gosto dele à mesma :\ não é por mal. Podem gozar comigo (nos vossos respectivos blogues)

sem-se-ver disse...

desatei a rir com o seu parentesis.

(enterneceu-me)