sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

os meus discos preferidos não interessam a ninguém #21: Radiohead - Kid A (2000)


Instead of simply adding club beats or sonic collage techniques, Radiohead strive to incorporate the unsettling "intelligent techno" sound of Autechre and Aphex Twin, characterized by its skittering beats and stylishly dark sonic surfaces, for Kid A. - AMG

10 comentários:

Anónimo disse...

Deste tenho muitas saudades.
Sim, fui ao concerto. E tu?

Maria disse...

Tolan, este interessa e muito ! Apesar de os meus álbuns preferidos destes moços, serem o Hail e o In Rainbows.

Dead Cowboy disse...

Primeiro o "California" e agora este? Logo este dos Radiohead?
Podíamos ser melhores amigos na vida real! I think I love you

Tolan disse...

eheh por acaso fui ao concerto deles e comprei uma t-shirt muito boa para sacar estrangeiras que veem ter comigo e dizem "wow radihoead, great band" mesmo no estrangeiro e eu "can I put the cream you very white", é isso e a minha t-shirt dos strokes.
Hesitei entre este e ok computer que, para todos os efeitos, é um dos melhores albuns da história do rock e foi a última vez provavelmente na história da música que uma coisa esquisita e boa chegou aos tops a nível mundial. Só que este tem qualquer coisa de mas autista e esquizoide e que me diz mais. Lembro-me de o ouvir às escuras num quarto alugado, na universidade, enquanto o angolano que partilhava a casa comigo cozinhava cachupa para ele e fazia macumbas à noite na sala onde eu não entrava (havia uma luz vermelha a sair de debaixo da fresta da porta). Logo a primeira faixa do i woke up sucking a lemon everything in its right place fodasse, é brutal.

Eles nunca fizeram nada verdadeiramente mau. O Beck, que tenho no meu coração como o artista da minha geração, o david bowie actual, foi mais irregular. Os radiohead são uma classe à parte e penso que o concerto que vi deles no coliseu foi um dos melhores concertos que vi na vida.

Também te amo Cowboy, mas eu amo toda gente. cheers a todos, estou a aqui a beber um rico vinho e está frio lá fora.

A. disse...

consta da minha lista "ver em concerto antes de morrer" a ultima vez que vieram cá eu ainda gostava de boysbands(shame on me) mas de vez em quando vou ao facebook oficial da banda e chateio-os para virem a Portugal...pode ser que resulte.

Tolan disse...

vêm e não veem (no meu comentário, desculpem)

Anónimo disse...

O OK Computer é melhor. É muito melhor.

O Beck não é o David Bowie nem é sequer parecido. O David Bowie é infinitamente melhor.

manuel a. domingos disse...

Hail To The Thief. Ponto final.

binary solo disse...

Tolan, estou contigo. O Kid A está lá no topo. Ouvi-o todo de rajada numa loja da Valentim de Carvalho de pé.

bree disse...

Este disco é o que considero um "disco histórico", porque marca o fim de um século e o fim da minha adolescência. Caramba, já lá vão 10 anos.