quarta-feira, 3 de novembro de 2010

pão com fiambre

A imperdível obra prima de Bukowski, finalmente traduzida para português pelo amigo Manuel A. Domingos, que certamente deve ter encontrado no título da obra o desafio mais lixado. É a maldição do rye. Todos os leitores sensíveis sabem que os melhores romances do século XX têm rye no título.

9 comentários:

Luna disse...

Como é que está traduzido o catcher? (que não li, chibatadas, chibatadas, só li o 9 stories)

Tolan disse...

Está de duas maneiras, "à espera no centeio" e, em tempos, "como uma agulha no palheiro".

Luna disse...

à espera no centeio é muito bom. :)

Prezado disse...

O tal Bukowski, outra vez.

Tolan disse...

Prezado, lê qualquer coisa do gajo, acho que vais gostar :)

prosinecki disse...

oh caralho, tu és aquele gajo do blog "o nascer do sol" (qq coisa braye), haha, tens aprendido umas cosinhas.

p.s.:
bukowski lololol

Anna disse...

Pelo menos um bom romance do século XX tem rye no título! Precisamente aquele que a Luna refere! O Salinger é um artista peculiar, com uma escrita que desperta tanto amor como ódio, mas, a meu ver, brilhante!
A tradução "uma agulha no palheiro" é de facto um dos maiores flops tipo lost in translation que se podem encontrar por aí...

Quanto a este, não conheço, mas vou anotar a sugestão de leitura!

manuel a. domingos disse...

na realidade, como Tolan deve saber, o título Ham on Rye pretende ser um jogo com o título de Salinger.

no entanto, "traduzir" esse jogo para português é uma tarefa difícil e que poderia soar muito mal. optou-se pelo "pão com fiambre", pois na época da grande depressão (altura em que o romance se passa) era a sandes do comum trabalhador norte-americano.

agradeço ao Tolan a divulgação e digo, desde já, que um dia destes temos de tomar uma bica, que eu ando a cortar no "rye" ;-).

abraço

Nina disse...

Afinal o Tino de Rans é um virtuoso das belas-letras...