terça-feira, 2 de julho de 2013

pronto

o breaking bad é excelente e eu não percebi a série.

20 comentários:

Anónimo disse...

ora foda-se!!!

eu estava a escrever um comentário na posta que acabaste de apagar!!

olha lá, que se foda o breakig bad e as verosimilhanças.

gostas de californication? aquela sério com o gajo dos ficheiros secretos?

eu acho-a a maior merda de sempre!!

alguém concorda comigo?

M D Roque disse...

Que piqueno malvado ! Depois de ter lido atentamente o post ( a-t-e-n-t-a-m-e-n-t-e) e de escrever sobre o mesmo, vou "publicar o seu comentário" e o post, " já foste" !
Vou mas é ver o Dexter, que ontem à noite adormeci...
E não acho que não tenhas percebido a série, mas o que era verossímil no contexto do BB , no meio da clichezada à qual muito poucos argumentistas conseguem fugir, tornou-se um bocado previsível e entediante. Reporto-me à S01, que foi a única que vi...

M D Roque disse...

PS: Gostei de ver as S01 The Following e Hannibal...zombies não me diz nada e Clifornication , duas seasons chegavam....

Tolan disse...

Desculpa D Roque, pensei que um post daquele tamanho quase ninguém ia ler :\

Vi alguns episódios do californication, não consegui ter empatia pela série e pelo Hank. Não a achei desagradável (e longe de ser a maior merda de sempre!) mas deu-me a sensação de ser ou uma série para o público feminino ou para adolescentes. O facto dele se chamar Hank, um dos nomes de Bukowski (outro escritor misógino e alcoólico de LA etc. etc.) é um turn off sério.

Tolan disse...

às vezes vemos séries más só porque sim. Vi vários episódios de uma absolutamente horrível, um polícia e um médico legista, no faroeste. Não me recordo do nome. Também andei a ver muitos episódios daquela com a Patricia Arquette, a Medium e francamente achei-a um bocado fraca. E o How I Met Your Mother? Sempre que vejo um episódio tenho a sensação de estar a ver flashbacks de outros episódios e da minha adolescência a ver sitcoms em 1992.

Anónimo disse...

a maior merda de sempre era exagero, como é evidente!

mas olha, concordo. californication mais do que uma série para adolescentes, é uma "série adolescente", no pior sentido do termo.

e essa ligação da personagem "hank" ao bukowski, que é um dos objectivos dos argumentistas, é forçada, para não ir mais longe. objectivo de um pretensiosismo atroz que faz com que tudo perca significado.

mas lá está, se fores ver as críticas de californication, toda a gente delira com a coisa. eu acho-a simplesmente parva, infantil e com personagens que se envolvem em situações sem qualquer sentido.

odeio-a ainda mais do que tu odeias breaking bad.

mas que se lixe.

olha, uma série em que tudo fazia sentido, tudo era verosímil: duarte e companhia!!

destas os americanos ainda não fizeram!

Tolan disse...

agora estou a rever os Sopranos de uma ponta à outra com a Plaft. Não vi todos os episódios, na altura fui daqueles que tentou ver na TV, mas a forma como a tv (pública curiosamente, acho que era na rtp2) destruiu a série, por alterar horários e dias sem qualquer aviso, fez-me desistir durante uns tempos e transformar-me num liberal que deseja, ardentemente, que a RTP seja vendida a Angola e que o pessoal da RTP seja transferido para o massanje ou o malacuté ou o kimbakimba e obrigados a ver os Sopranos e a decorar todas as deixas e depois postos em liberdade em new jersey onde terão de abrir restaurantes portugueses e frangarias para sobreviver.

M D Roque disse...

E Claxon ?... Ring a bell ?? Repleta de alusões a pessoas, sítios e coisas que aguçavam a memória e a imaginação...

Anónimo disse...

más séries com as quais já perdi tempo.. não sei já viste uma coisa chamada "criminal minds". vê que é giro. tem uma daquelas personagens que sabe tudo, um génio que consegue ler livros de 500 páginas, que tem memória eidética, aparenta ter uns 30 anos e já tem doutoramentos em filosofia, matemática e química, etc.

se não viste tens de ver. é tão mau, tão mau, que se torna bom.

Anónimo disse...

Eu li o post apagado e gostei muito!

Comecei a ver Breaking Bad porque toda a gente falava da série e só vi até ao fim (ou quase fim, ainda faltam uns episódios da 5ª temporada) por causa do Saul, cunhado DEA e do Mike.

Não acho que seja das melhores séries que já vi, longe disso, mas não é tão má como, por exemplo, The Walking Dead (que eu acho terrível em todos os aspectos, mas não consigo deixar de ver!).

Anónimo disse...

lol.

ler livros de 500 páginas em meia hora, era o que queria dizer. eu não sou génio e também consigo ler livros com muitas páginas.

epá, maria roque, claxon também era ... excelente.. à sua maneira, como o duarte e companhia, coisas que os americanos não conseguem fazer. lololo

uma das melhores séries que vi, que me deu mais prazer, sem qualquer ironia, foi o "fura vidas" com o miguel guilherme. lembro que me fartava de rir com aquilo.

enfim.

vou ver se trabalho. tem sido uma manhã muito produtiva para mim..

Super Sónia disse...

tiveste uma epifania ou foste ameaçado?

trollofthenorth disse...

Se querem uma série nova e boa, daquelas mesmo boas que toda a gente diz: -Pá que série boa!!, comecem a ver: "Rectify". Daqui a umas semanas toda a gente vai dizer que vê e é uma grande série.

Ou então vejam aquela mini série a la Fargo, a "Top of the Lake". Muito, muito boa, dá pena só ser mini.

Só para terminar, não tarda nada está aí a rebentar também: "Ray Donovan", com o Liev Schreiber. Diz-se que é bastante Sopranos wannabe. Eu gostei do piloto. Vejam e decidam.

Pronto. 2 certezas e uma incógnita de séries assim de rajada. Não têm de quê.

Opiniões como dizem os ingleses, yada, yada, yada.

Rita F. disse...

Tudo bem, esta série já acabou, mas - The Wire, the Wire, the Wire! Simplesmente tens de ver (como nunca falas dela, presumo que não tenhas visto. Não me digas que viste e não gostaste, porque não consigo acreditar nisso). Quando acabares de ver os Sopranos (depois escreve sobre o episódio final. Alguns odiaram, outros adoraram. Eu gostei por acaso. Tive foi pena de ter acabado), passa para o Wire. Tanto uma como outra são tão excelentes que uma pessoa fica maravilhada, como o velhinho daquele anúncio, também ele de antologia.

Tiago disse...

Também escrevo só para fazer campanha pelo The Wire (já começada na 6ª feira passada... )

Tiago disse...

... e o rectify também está muito bem...

Anónimo disse...

a blue meth fez efeito e escreveste este post

M D Roque disse...

Mas isto vai conforme a idade e a evolução simiesca pah. Ainda me lembro de em mil novecentos e trocópasso não perder um Dallas !!!! Parecia uma paixão assolapada ! Não comia, não dormia ! O País parou para ver quem tinha dado um tiro ao JR !!! Agora que intentaram a continuação, só consegui ver 2 episódios...

R. disse...

Como a Rita e o Tiago dizem, The Wire. Para mim muito dificil de bater.

R.

Anónimo disse...

continuo na minha:

entre os assistentes de séries e de novelas a diferença é só de vocabulário e de salário