segunda-feira, 11 de março de 2013

o motivo da resignação do Papa em musical

Carrega-se no play:






(introdução)














































I want to break free
 





I want to break free













I want to break free from your lies












You're so self satisfied I don't need you





I've got to break free









God knows, God knows I want to break free





























I've fallen in love






I've fallen in love for the first time
 


And this time I know it's for real


I've fallen in love yeah











God knows God knows I've fallen in love







It's strange but it's true



I can't get over the way you love me like you do


But I have to be sure
When I walk out that door



Oh how I want to be free baby



Oh how I want to be free


Oh how I want to break free




(interlúdio instrumental)




















But life still goes on














I can't get used to living without living without

Living without you by my side

I don't want to live alone hey


God knows got to make it on my own




So baby can't you see



I've got to break free



I've got to break free




 I want to break free yeah









13 comentários:

Solana disse...

Muito, muito bom!!!

RCA disse...

Inacreditalmente fabuloso. Estou a chorar a rir.

Maria D Roque disse...

Ahahahahah...

kiss me disse...

O facto de o meu namorado ler isto faz-me não dizer tudo o que me apetecia dizer ao ler/ouvir este post.

(e achava eu que tinha feito um post catita sobre a resignação do Papa *snif*)

Sister V. disse...

Bravo!

Peppy Miller disse...

ah ah ah tive que me conter imenso para não me desmanchar a rir aqui no burgo!!
Gosto imenso da última imagem.. que ar cool o dele ;D

Anónimo disse...

do best!!

orfinho disse...

O Grande Lebowski.

Rafael disse...

Pahahahahahahahahahahah (...) hahahahahahah...

(voltarei quando as condições para comentários decentes estiverem reunidas. pedimos desculpa pelo incómodo)

Lux disse...

Do melhor que já vi pela blogo.
Chorei a rir...

Lux

Ex-Vincent Poursan disse...


Mas então este blog não era pra andar parado nos próximos meses por motivos de total, incondicional e tal dedicação ao papel de futuro pai???... e depois é isto!!!... Unicórnios maricas, brincadeiras fatelas com o papa… fodaçe assim não dá. Pareces aqueles gajos do amanhã deixo de fumar e depois aparecem com aqueles cigarros paneleiros e fininhos!!!

E eu crédulo e ingénuo acreditei. Não comentei nada no blog do olá pai por saber que o vais mostrar ao rebento quando ele receber o primeiro Magalhães (que por essa altura deve ser o Armstrong… o da lua, não o das bicicletas) e não queria que ele/a lesse coisas menos próprias. Se bem que me tenha interrogado se não teria sido pertinente chamar a tua atenção para o pouco cuidado que dedicaste à escolha das metáforas… sobretudo quando escolheste a tal do boi do curral em detrimento de garanhão da manada… e não foi pela razão do boi ser um touro castrado como alguns analfabetos e preguiçosos gogleadores apontaram… foi para não irritar a plaft, que tenho por de boas famílias e nada dada a escapadelas

Bom, adiante que o que aqui me trouxe não foram minudências nem casos de costumes. Foi para registar que neste blog se fez, pela primeira vez, referência ao dude… o grande Lebowski.

Orfinho… os meus sinceros aplausos!!!

Urso Misha disse...

muito mas muito bom post!

Eu, Tu e o Meu Blog disse...

tão bom :)