segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

boneco todo torto e Cormac McCarthy

Uma criança apresenta ao pai um boneco todo torto que o representa e o pai gostará muito do desenho, se for preciso considerará geniais as desproporções entre pés, cabeça e mãos e a aparente aleatoriedade cromática... mas depois é capaz de lhe dar um livro com umas noções de desenho e pintura, a ver se desenvolve o talento. Sou assim com o Autor, quando ele tenta escrever coisas. Amor, perdão, mas também alguma pedagogia cuidadosa à mistura. Mostro-lhe coisas como o Suttree do Cormac McCarthy, como se fossem entretenimento e sei que ele inevitavelmente tomará as devidas notas para futura referência. A verdadeira coragem é ter consciência plena dos perigos, das tragédias e dos erros e mesmo assim avançar. Em cada beijo há uma solidão, em cada manhã solarenga, a morte à espreita e em cada gargalhada, o choro. E isso não o deve impedir de beijar, acordar e rir. Ainda ontem o Autor teve um ataque existencialista em pleno Aki, equanto escolhia pistolas de cola e serrotes de metal. Antes davam-lhe esses ataques nas discotecas às 5 da manhã, agora é no colombo ao fim de semana. Quem sou eu? O que estou a fazer? Já agora, as editoras recebem dezenas de drafts por semana. Não fazia ideia que Portugal tivesse tantos aspirantes a escritor, seres invisíveis que não perdem tempo com blogues e a partilhar as angustias, vão logo direitinhos ao assunto que interessa. É sempre chato ser rejeitado. O Autor descobriu isso quando foi chamado para um processo de selecção para uma multinacional. Só foi lá pela curiosidade, mas depois meteram-lhe jogos à frente, perguntas, testes... e começou a entusiasmar-se com a brincadeira. Não queria o raio do emprego, até pagavam mal, mas queria ganhar o processo de selecção porque sim. Éramos uma dúzia e ficámos para o fim, mais uma gaja, mas depois ligaram-nos a dizer que a escolheram a ela e ficámos aborrecidos.

9 comentários:

nAnonima disse...

já pensaste na publicação online?...

disse...

o boneco todo torto é óptimo, por ser claro acerca da atenção da criança ao mundo, mas esconde a incapacidade de controlar o lápis, na verdade ela não quer desenhar o corpo torto ou a elefantíase do pai. conheço o caso de uma criança que desenhou a casa com o telhado verde e a professora disse-lhe que os telhados eram vermelhos. como se o preconceito ignóbil da professora fizesse parte do programa da disciplina (não interessa tanto à história, mas a criança acabou castigada durante a aula, e a professora acabou enterrada num processo disciplinar). passados uns meses, a este episódio somaram-se outros e a criança afinal era daltónica, além de ter tanta queda para o desenho como eu para a colombofilia.

Peppy Miller disse...

Um maigo meu, com dom para a escrita, bateu algumas portas de editoras e ai e tal está mau com a crise e o catano...
Pegou em 2500 eur do bolso dele e mandou fazer num sei quantas cópias, porque queria ver a sua obra lançada, queria ver o fim daquilo, quaria sentir-se realizado. E hoje, umas quantas 3 ou quatro editoras já o querem. Ironia ou não foi a melhor prova que ele poderia ter de que o trabalho que ele fez é realmente bom :)

Tolan disse...

Enviei o draft a várias editoras... a resposta pode demorar 3, 4 meses. Ainda estou no processo de envios. Ainda não fui rejeitado, isso virá a seu tempo :)

jah lavei o escroto disse...

omtem fiz sexo desprotegido
ainda nao vieram as analises
posso estar limpo
pode ser a sorte grande

Maria D Roque disse...

Ando por estes meandros blogosféricos há pouco mais de 6 meses. Já ri, já chorei, já escrevi muita m*rda, já li muita também, já pasmei que gente sem spark fosse publjcado/a... E não tenho a menor dúvida que o teu livro vai ser bom e muito bem aceite .

G. Varino disse...

soalheira, Tolan... E tem calma, há tantos motivos pelos quais podem n te dizer nada pra já: crise, medo de lançar um nome desconhecido, o teu romance pode n se adequar ao perfil da editora, etc., etc. Mas uma coisa é certa, estás a agir corretamente. Se n for desta (cruzes, canhoto!), há de ser na próxima.

Peppy Miller disse...

Claro que não vais ser rejeitado :)

Izzy disse...

Claro que VAIS ser rejeitado...mas isso ja sabes.