quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Eyjafjallajökull

"Vais comer mais uma fatia, querida? Não comas tudo agor..."


4 comentários:

Maria D Roque disse...

"o horror, meu deus, o horror" ... a beleza arrepiante da natureza ainda é o que atemoriza mais a minha existência... you never know...

Rosa Cueca disse...

Deus é mulher e vai vir atrás de ti se insinuares que uma criatura fofa como a Sylvia está a comer demais.

Ex-Vincent Poursan disse...

Abstenho-me, por uma questão de pudor, de comentar nesta caixa a mnemónica que criei pra não esquecer o nome deste vulcão, e até o apocalipse da cena doméstica no vosso sofá habitual do post anterior, talvez também por pudor cultural.

Já o post “então queres er artista é?” foi pra mim, que normalmente comento longa e pilhericamente, um desafio interessante. Estava esgotada a quota dos comentários longos e a pilhéria não cabia ali.

Fica um curto e sério:

Envolvente comovida e inteligente reflexão sobre a angustia da atracção pelo salto!!!
Salta Tolan… e depois… se o vazio … salta outra vez… e se necessário, outra vez o salto!!!

tata disse...

es esquijjjito às vezes tolan