domingo, 25 de novembro de 2012

estar sozinho


Quando estamos sozinhos há coisas como um corte a fazer a barba, a nódoa de sangue no colarinho, uma pedra de calçada que não encaixou, um rosto bonito e ausente no metro, o gesto com 5000 anos do empregado do bar a pousar o copo, nuvens de fumo a sair da mão, um quarto de hotel num sítio estranho, garrafas vazias atrás da porta, gotas no pára-brisas e angústia de ir para a cama sem estar completamente ko. Há noites em que alguém respira ao teu lado mas é um som semelhante ao da chuva na caixa dos estores.

4 comentários:

Izzy disse...

http://www.youtube.com/watch?v=mACqcZZwG0k

Anónimo disse...

A choradeira que este vídeo provocou. Thank you, Tolan

(Sim, sou gaja, não te preocupes, é normal, como deves saber. Estava a precisar.)

Tolan disse...

Esta música e vídeo têm esse efeito, eu próprio fico transtornado e sou gajo.

euexisto disse...

vai escrever bem pó caralho.

(vénia)