sexta-feira, 5 de agosto de 2011

vestir bem

Sou o primeiro (ou o segundo, vá) a reconhecer que o http://oalfaiatelisboeta.blogspot.com/ é um bom blogue. Bem escrito e tantas pessoas elegantes e fotogénicas pela rua, pessoas bonitas e bem vestidas. As fotos são boas e é um blogue cheio de good vibes que até faz impressão. Uma coisa são modelos e actrizes, uma pessoa vê aquilo nas fotos, na tv, nas revistas e pensa "ah, ok são modelos pfff". Mas ali são mulheres que andam na rua, ao contrário das modelos que são congeladas em pequenas embalagens a vácuo e descongeladas antes de serem fotografadas ou utilizadas em festas do Berlusconi. E ele consegue captar bem a beleza delas (o alfaiate, não o berlusconi) e não me custa nada ver que as minhas amigas (imaginárias) podiam perfeitamente figurar naquele blogue. O que me faz espécie é a grande parte dos homens que escolhe e que, suponho, corporizem as tendências da moda. Só vejo tipos assim na rua em sítios como o Chiado ou o Lx Factory. Parecem quase todos saídos de um imaginário homo-erótico. Se calhar é inevitável. Acho que não existe forma de um tipo pensar muito na sua roupa, no seu aspecto, no seu cabelo, no perfume, na sua pele, acessórios etc. e não parecer um pouco homo. É sempre um trade off. Não me refiro aos casos mais evidentes e extravagantes de homossexuais flamboyants ou de metrossexuais. Mesmo quando são subtis e relativamente clássicos, há qualquer coisa de intencional e consciente, revelado em detalhes contemporâneos, como se aquilo não fosse uma emanação natural da identidade  e que só por acaso calhou assentar no contexto actual.

6 comentários:

Miguel disse...

Há bons blogues de moda. E depois há os que copiam - e mal - a fórmula.

Anónimo disse...

O estilista bracarense é abaixo de mau! Parece o vestiário da C&A...

Rita Maria disse...

Acho que como ainda nao há revistas de moda verdadeira para gajos é mais difícil encontrar meios termos, mas aquelas mulheres também estao na maioria longe de ser a girl next door, vai-te matar.

(mas eu na verdade nao gosto muito do blog, odeio aqueles textos em que depois de tirar a palha toda descobrias que aquilo cabia numa frase) (já o bracarense escreve de uma maneira maravilhosa, que me lembra o meu blogger favorito)

hierra disse...

Eu acho mesmo que tens razão, dificil encontrar mesmo no alfaiate homens que não sejam um electrico de cores...se calhar é preconceito, mas tb penso como tudo em relação aos mesmos!

Anónimo disse...

não posso concordar com o que refereres, Tolan.

quem tem estilo, tem-no, independentemente da sexualidade ou da orientação sexual.

homens bem vestidos há-os aos molhos em todo resto do mundo, só em Portugal é que achamos que é uma coisa 'estranha', como denotas no teu post.

Mas, depois, parece que ninguém se agasta em ver os portugueses de camisa aos quadrados e calças de fazenda.

E são aqueles que vêem sempre algo 'feminino' num homem bem vestido (e não estaremos a confundir um homem 'espampanante' com um homem com estilo?) que, quando fora de Portugal, consideram que 'aqui os gajos vestem-se muito bem... porque é que lá não é assim?

E, muito embora não me custe ver um homem mal vestido, às vezes dou por mim a ter este pensamento: a imagem, de facto, conta.

Acho que os homens heterossexuais portugueses continuam a ter vergonha de arriscar e mostrar que se sabem vestir bem.

Pessoalmente vejo vários homens bem vestidos todos os dias fora do Chiado e Lx Factory.

Acho que o teu post poderá padecer de alguma superficialidade na análise desta questão.

Luís.

João M disse...

o que é a norma?