quarta-feira, 27 de julho de 2011

escrever músicas e poemas para elas

Eu agora ando sempre a ouvir a star fm, tem uma excelente selecção de oldies.

O Phil Phillips escreveu uma música chamada sea of love que eu ouvi há dias no eixo norte sul e que me comoveu, é esta aqui ó:


Já fizeram muitos covers dela, desde versão tocante da Cat Power, ao hilariante Robert Plant em versão Marco Paulo, passando pela assombrosa versão do Tom Waits.

No mundo da música acontece o contrário do que acontece no mundo real: são os brancos que roubam coisas aos pretinhos. Não que se possa falar em roubar, quer dizer, os direitos são legais e há recriações do original, o problema é o mérito da música porque muitas vezes não sabemos que existe um original e que aquele é um cover. Na Star Fm estou sempre a descobrir originais de músicas de que só conhecia um cover. O Elvis então tem 201322 sucessos assim.

Ao que consta, o Phil Phillips queria conquistar uma miúda e então escreveu a música para ela, o que é louvável, porque sabemos que os pretinhos quando querem uma coisa, como quando OJ Simpson queria resolver o problema conjugal ou o Kanye West queria o microfone da outra, ou o Michael Jordan queria meter a bola no cesto, não estão com meias medidas, são muito pragmáticos.

«Atirar ao cesto!? WTF!? É muito mais prático assim ó!»

Mas o Phil Phillips não conseguiu a miúda. Talvez o nome Phil Phillips não tenha ajudado, como não ajudaria chamar-se Coll Collins. Talvez a letra que diz "That's the day I knew you were my pet" não tenha sido muito lisongeira para a sua apaixonada. Não obstante, a música foi um sucesso e chegou ao nº1 e, para além de umas palmadas no ombro do executivo branco dono da editora, deve ter ganho bastante para pretinho (uns 1000 dólares) e deve ter comprado correntes de ouro, peles, moet&chandon e um dente de ouro e ainda lhe sobrou trocos para umas ricas melancias. Com este aparato e com a fama, deve ter conseguido outras mulheres, mas aquela em particular, que era a que lhe interessava, não conseguiu. Então porque a música foi um sucesso?

Eu explico (não sei se estavam a responder à pergunta do parágrafo anterior mas eu não vos oiço falar e ia explicar de qualquer maneira). Porque as mulheres gostam muito de se colocar no papel abstracto de uma personagem a quem é dedicada uma música ou um poema romântico e lamechas. Mas é como situação teórica, na prática essa coisa de fazer músicas ou poemas românticos resulta muito mal para conquistar uma mulher se ela à partida não gosta de nós. Não é um poema ou uma música que a vai fazer mudar de ideias, nem que seja o Sea of Love. Acham creepy e lamechas que se farta e há jovens que demoram muito a perceber isso e ainda bem porque pelo entretanto vão fazendo músicas e poemas que são bem mais interessantes do que elas.

:P

8 comentários:

Anónimo disse...

LOOOOOOOOOOOL.

Grande narrativa. Fartei-me de rir.

R.

Rita Maria disse...

Adoro o tipo do xilofone.

Rita Maria disse...

PS: The evil dope.

Aladdin Sane disse...

70x7
http://www.youtube.com/watch?v=TFHXBDXuZ-E
(cat power)

a.i. disse...

Tolan, tenho a dizer-te que esta noite sonhei contigo, ou melhor sonhei contigo naqueles momentos antes de o despertador tocar e por isso é que me consegui lembrar do sonho quando acordei. Tenho a dizer-te também que sonhar com um desconhecido, de quem só se conhece o que escreve no blog, é deveras estranho e inquietante. Ainda por cima, no sonho não estavas a fazer coisas agradáveis, parece-me que tinhas descoberto quem eu sou, não sei como o meu nome e tudo e umas fotos tiradas de um ângulo que não me favorece (muito estranho também, aliás, porque na vida real, todos os ângulos me favorecem, dado que sou extremamente bonita). Adiante, agora venho aqui ler isto, como sempre escreves muito bem, mas faz-me impressão que uses a palavra "pretinho". Podias usar a palavra "negro", ficava-te melhor. Posto isto (a coisa de ter sonhado contigo e agora os "pretinhos") acho que vou tentar uma época de desmame, ou seja largar o vício do Tolan. Adeusinho, espero que não escreves nada demasiado bom nos próximos tempos, porque se não vou ter pena de não ler.

kiss me disse...

Foi o Kanye West, mas a gente percebeu. Ganda texto.

TLD disse...

Tolan, o texto está bom. Muito bom. Mas fiquei preocupado com essa tua falta de audição. Parece que andam para aí uns cromos a oferecer 1000 aparelhos auditivos. Quando ouvir hoje a "bola branca" (o anuncio passa mesmo mesmo antes) logo tiro o nome para te poderes abilitar a ganhar um. Grátes. Se funciona com o Sr. Américo da Brandoa também há funcionar contigo...

Tolan disse...

gosto muito de vocês todos :**