sábado, 5 de fevereiro de 2011

private hell

Não percebo a quantidade de vapor que as mulheres são capazes de criar numa casa de banho quando tomam duche, até sai vapor de debaixo da porta como num videoclip do anos 80. É como se fizessem o seu infernozinho privado matinal. E depois segue-se a tortura do barulho do secador e o krrt krrrt de escovas, das placas e os sons de instrumentos de embelezamento e maquilhagem a serem manuseados com fúria e perícia. E depois a porta abre e ficamos encadeados pela luz e o vapor e um figura emerge daquele inferno, etérea e divinal e... descobri que é mau dizermos foda-se, até que enfim, estou à rasca para mijar, sai, sai

9 comentários:

Isabel disse...

Ahahah! Eu sou perita nessa de criar vapor, fico ali debaixo do chuveiro como se não houvesse amanhã, como se o gás fosse à borla e a água um recurso inesgotável! Depois chovem reclamações.

Anónimo disse...

Já dizia Santo António:"A mulher é a arma do Diabo" e "Sem a intervenção da mulher nunca o Diabo levaria os homens de vencida".;);)

Maria Amaral

Nandita disse...

Meu Deus, será que sou um homem? :(

o anão gigante disse...

Meu Deus, sou mulher? Um gajo que é gajo não diz essas coisas ao ver uma mulher sair nua do WC. Fá-las ali mesmo, em cima do tampo da retrete. Tenho que explicar tudo (ainda estou etilizado.

Anacriontico disse...

Giro giro é um gajo entrar na casa de banho a meio do vapor, satisfazer a mictória necessidade, saltar para a banheira para a ajudar a fazer ainda mais vapor e sair de lá, aliviadinho e a cheirar a sabonete, antes de começar a cegarrega do secador.

Cuca disse...

Ora, ora...
Até parece que os meninos demoram menos tempo a fazer a barba...

o anão gigante disse...

Voltei aqui ao WC só para dizer que ontem estive com um MacBook Air nas mãozinhas, todinho. Abri, fechei, teclei, meti debaixo do braço, mas o preço ...

manuel a. domingos disse...

só tu, Tolan, para fazeres saltar uma gragalhada ao "je" a estas horas

manuel a. domingos disse...

só tu, Tolan, para fazeres saltar uma gragalhada ao "je" a estas horas