quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

série pessoas que perderam o emprego e tiveram de arranjar outro: o consultor que agora é canalizador

- S...sim?
- Bom dia, tenho uma reunião com a senhora Alzira Costa. Sou o canalizador da Forrester Daymon Lynch & Plumbing - estende cartão.
- É o canalizador?
- Exactamente.
- Ah, desculpe, sou a Alzira, pensei que fosse testemunha de Jeová, assim com o fato, entre, entre...
- Com licença.
- Deseja um café, uma água?
- Obrigado, estou bem. Aguardo no hall?
- Não, não, pode já tratar disto, é o lavatório da cozinha que está entupido, o meu marido ontem ainda despejou soda cáustica e esteve com o desentupidor mas isto não deu e a empregada vem hoje, de maneiras que...
- Muito bem. Vou-lhe mostrar os trabalhos que fizemos até hoje. Tem projector? Não, deixe estar, não é preciso, somos só os dois, podemos ver a apresentação no meu computador. Onde posso ligar o portátil?
- Olhe, não é preciso, eu só queria mesmo desentupir o lava-loiças e...
- Está a arrancar. Isto do windows demora um eternidade a fazer o start up... Ok, power point... está quase... A Forrester Daymon Lynch & Plumbing nasceu em 1982 pela mão de dois canalizadores de Massamá, chamava-se Silva & Fagundes Desentop. Aqui no slide são os dois fundadores ao pé do nosso headquarters em Benfica. Depois, com a minha entrada em 2010, fizemos um rebranding para Forrester Daymon Lynch & Plumbing. Fazemos trabalhos para toda a geografical area de Lisboa, Sintra e Almada. Já fizemos trabalhos para mais de...
- Olhe, não tenho mesmo muito tempo, vai desentupir-me o lava-loiças ou...?
- Deixe-me só então saltar uns slides então... Estes foram os nossos projectos em lava-loiças. Este aqui foi um lava-loiças que tinha entupido com óleo de frigideira arrefecido, num t0 de Chelas, podemos ver ali que o cliente tinha deixado (...)
Meia hora depois
- ... e os nossos valores são colocar as plumbings no século XXI com a promessa de um new paradigm de serviço assente em inovação e performance, com as sinergias dos nossos human resources e o know-how de experiência adquirida. Obrigado. Tem alguma questão?
- Pode ver o lava loiças agora?
- Vamos então fazer uma análise SWOT ao lava-loiças... Ah, um classico modelo IKEA com estrutura em alumínio e pedra, tubagem de pvc de categoria 4. Muito bem, um modelo posicionado nos eixos qualidade preço e design simples, por contraste com as loiças italianas posicionadas no luxo e no design requintado... deixe-me por água a correr... exacto, como suspeitava, isto está entupido com gordura, entupited with fat, e é só colocar soda caústica...
- O meu marido já tentou isso, não deve ser gordura, ele diz que são resíduos sólidos quase de certeza e que o senhor devia ter uma daquelas bombas hidráulicas ou aqueles arames muito compridos para conseguir chegar ao cano entupido.
- Cara Alzira, isto é de certeza um case study de fat entuped pipe, já vimos dezenas de case-studys destes. Vou-lhe fazer uma technical proposition of reparation.
- Mas não é gordura, eu nem tenho cozinhado nada com óleo ou gordura!
- Ora, estimando aqui uma timeline de 16 horas, reunião de kick off, update meeting daqui a duas horas, custos externos de material e químicos, avaliação do resultado e...

12 comentários:

I. disse...

Tão bom.

Crente disse...

Ahahah! Vai lhe sair caro...

Inês Maçã disse...

Altamente provável esta cena cinematográfica ou digna de um romance. Consequência directa do preconceito relativamente à formação profissional cá pelo rectângulo, digo eu.

Pipoco Mais Salgado disse...

Muito bom, meu caro. Como de costume, aliás.

Anónimo disse...

"Case study de fat entuped pipe".Priceless.

Maria Amaral

tata disse...

Bom de mais para ser verdade!!!

Jibóia Cega disse...

Excelente. Ehehehe

Anónimo disse...

No meio disto tudo, namoras com uma pessoa que gosta que a trates por "princesa".
Tem sempre se existir algum defeito.

Sofia disse...

... e correcção das não-conformidades

kiss me disse...

Parece que estou a ouvir aqui um dos chefes da informática a falar. Em vez de infopédia (tem acento, vem de informática+diciopédia, ok? a ler "infopídia", marcar uma meeting para discutir o budget.

Quanto à princesa, oh anónimo, quer a história seja verdade quer não, chamar princesa é bonito. Não me diga que não conhece nenhuma princesa?

Anónimo disse...

Pronto, vá lá, o problema é mesmo a menina parecer ser burrinha...segundo o Tolan.
Esperemos que seja boa...bonita!

Anónimo disse...

antes de mais penso abusivo apelidar de "burrinha" a escolha feita pelo Tolan, mesmo não a conhecendo. em segundo lugar, enquanto consultor, está genial. mas há muita gente a vender ar... vamos ver os próximos posts!