quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

os meus discos preferidos não interessam a ninguém #27: T Rex - The Slider (1972)


It's nearly impossible not to get caught up in the irresistible rush of melodies and cheery good times. Even if it treads largely the same ground as Electric Warrior, The Slider is flawlessly executed, and every bit the classic that its predecessor is. - AMG

5 comentários:

Anónimo disse...

Este gajo tem algumas merdas boas espalhadas por vários discos. Este disco não é de antologia.

Anónimo disse...

Sugiro que ponhas de lado o AMG (que é muito bom, de facto) e sejas claro sobre aquilo que te parte o coração. Proponho uma série: os discos que me partem o coração e me fazem pensar que a raça humana vale a pena.

Tolan disse...

Já tive uma série dessas em tempo que era músicas que dão nó na garganta. e o "músicas de despiste de automóvel" que são aquelas que induzem a uma condução agressiva e daltónica nos semáforos. Pois é, escolher um disco dos T Rex é difícil mas este se calhar é o que oiço mais. Normalmente é difícil encontrar um disco inteiro que parta o coração, mas há músicas, como o Song To the Siren do Tim Buckley. Só que a humanidade não gosta e eu não gosto da humanidade :(

Anónimo disse...

Tens razão. Corrijo: Canções que me partem o coração e não me importa um caralho o que diga o AMG e que me fazem pensar que apesar de tudo tudo valeu a pena.

masquediabo disse...

Fez-me lembrar um disco:
Steve Peregrin Took - The Missing Link to Tyrannosaurus Rex