quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Desvantagens da profissão de escritor profissional

1- Nível de vida inferior ao de um homem do lixo.
2- O homem do lixo pelo menos pode sair à noite e faz exercício.
3- Num holocausto nuclear, cabendo apenas um número limitado de pessoas no abrigo, o escritor está em penúltimo lugar na lista, entre o licenciado em sociologia e o crítico literário.
4- Somos colegas do José Luís Peixoto e do José Rodrigues dos Santos.
5- Perdemos o contacto com o mundo real e quando comentamos a actualidade e política fazemos sempre figura de broncos sem nos apercebermos.
6- O meio em Portugal é tão pequeno que o podiam pôr todo no paquete Funchal e afundá-lo ao largo da costa (por favor).
7- O tabaco, a cerveja e o vinho, adquirem a sua fatia própria na roda dos alimentos.
8- Mostrem-me um escritor feliz e eu mostro-vos o Paulo Coelho.
9- As estrelas de rock e os actores serão sempre mais cool.
10- Os nossos livros começam a vender a sério com a notícia da nossa morte e as reportagens no funeral.

1 comentário:

Capitu disse...

Em Portugal só já temos um escritor profissiobal, com o qual eu viveria uma semana. Não me parece que tenha uma vida muito enfadonha...